8 formas pelas quais as empresas familiares estão fazendo o bem ao mundo durante a crise da Covid-19

Courtney Collette
Partner and Senior Advisor, Cambridge Advisors to Family Enterprise; COO, Cambridge Institute for Family Enterprise
download pdf
email the authors

Seu altruísmo, respostas rápidas e inovadoras e liderança orientada por valores demonstram que as famílias e empresas familiares são guardiões de suas comunidades e empresas, e solucionadores de problemas para a pandemia.

As reverberações da pandemia de Covid-19 nos lembram nossa interconectividade. Nosso mundo é global, altamente conectado em rede e interdependente em bens, serviços e capital. Esse é o resultado inevitável da globalização causado pela tecnologia, inovação, expansão corporativa, transporte, curiosidade e exploração, e também pela migração de pessoas.

O Coronavírus não tem fronteiras e não discrimina. Está afetando todos nós. Exige que atuemos como um povo unificado para combater a pandemia juntos.

Muitas famílias e empresas familiares estão respondendo à crise de maneiras generosas e inovadoras.
Numa época em que o mundo precisa de liderança cívica para incentivar a cooperação – tanto local
quanto internacionalmente – muitas famílias estão dando o exemplo. Seu altruísmo, respostas rápidas e
inovadoras e liderança orientada por valores demonstram que as famílias e empresas familiares lideram
o caminho como guardiões de suas comunidades e empresas.

Abaixo estão 8 exemplos ilustrativos de ações adotadas por empresas familiares ajudando o mundo em resposta à pandemia de Coronavírus, mostrando verdadeira liderança e trazendo esperança diante dessa crise.

1. Filantropia direta
2. Doação de mercadorias para pessoas necessitadas
3. Redirecionamento da produção para fabricar suprimentos necessários
4. Redução dos custos dos serviços para clientes
5. Manter os serviços disponíveis, mesmo que os clientes não possam pagar
6. Fechamento de lojas para impedir a disseminação do vírus
7. Continuação do pagamento de funcionários
8. Remuneração e assistência crescente para funcionários e fornecedores

1. Filantropia Direta

  • Li Ka-Shing doou US $ 13 milhões para ajudar a cidade de Wuhan e distribuiu 250.000 máscaras para organizações de assistência social e casas para idosos em Hong Kong.
    A CK Asset Holdings Ltd. é uma das maiores incorporadoras imobiliárias de Hong Kong e é uma empresa familiar de segunda geração.
  • O Grupo Votorantim doou R$ 52,1 milhões para cidades carentes do Brasil que estão combatendo o Covid-19 e para instituições de saúde para comprar equipamentos essenciais.
    O Grupo Votorantim é um conglomerado de quinta geração, principalmente nos setores de metais, energia e financeiro, de propriedade da família Ermirio de Moraes, com sede no Estado de São Paulo, Brasil.
  • Giovanni Ferrero e sua mãe, Maria Franca Fissolo, doaram 10 milhões € à comissão nacional de emergência do governo italiano para combater o coronavírus.
    Giovanni Ferrero, 3ª geração, e sua mãe, Maria Franca Fissolo, são donas da empresa de alimentos Ferrero, fabricante de chocolates Nutella e Kinder, com sede na Itália.
  • Miuccia Prada e Patrizio Bertelli, marido e mulher, segunda geração, co-CEOs da Prada, doaram duas unidades completas de terapia intensiva e reanimação cada para três hospitais de Milão.
    Prada é uma marca de moda icônica de propriedade da família Prada, com sede na Itália
  • Anand Mahindra, presidente da terceira geração da Mahindra & Mahindra, doou seu salário para criar um fundo para pequenas empresas e trabalhadores independentes na Índia e se comprometeu a adicionar mais nos próximos meses, para ajudar os mais atingidos pela crise.
    O Grupo Mahindra é um conglomerado multinacional que opera em 100 países e 22 setores, incluindo fabricação de automóveis, aeroespacial, energia alternativa, aço e outros, com sede na Índia.

 

2. Doação de mercadorias para pessoas necessitadas

  • A Tyson Foods doou 2,6 milhões de libras de frango e produtos alimentícios em 18 estados dos EUA e pretende entregar 4 milhões de libras de alimentos (equivalente a 16 milhões de refeições) a despensas até o final de março para ajudar a alimentar populações vulneráveis. A Tyson Foods também prometeu US $ 13 milhões para apoiar as comunidades locais onde a empresa opera em resposta à pandemia de coronavírus.
    A Tyson é a segunda maior processadora de frango, carne bovina e suína do mundo, com sede em Arkansas, Estados Unidos, de propriedade da 4ª geração da família Tyson.
  • Tadashi Yanai e sua Família estão doando 10 milhões de máscaras para instituições médicas no Japão e no exterior, incluindo um milhão de máscaras para hospitais em Nova York.
    Tadashi Yanai é o fundador e presidente da Fast Retailing, a quarta maior empresa de vestuário do mundo.
  • Estée Lauder está doando – semanalmente – 10.000 garrafas de desinfetante para as mãos para o Estado de Nova York.
    Estée Lauder é uma multinacional de terceira geração, fabricante de produtos para a pele, com sede na cidade de Nova York.
  • A L’Occitane doou mais de 10.000 cremes para as mãos a trabalhadores do NHS e 25.000 unidades de sabão e creme para as mãos ao hospital da Universidade de Paris, e 70.000 litros de álcool gel em seu país natal, a França.
    A L’Occitane é uma varejista internacional de produtos para o corpo, rosto, fragrâncias e produtos domésticos, com sede na França. 

_____________________________________________________________________________________ _____________________________________

  • O Grupo Moura doou 100.000 máscaras de proteção para a população local.
    O Grupo Moura atua na fabricação de baterias e construção civil, sediado em Recife, PE,  de propriedade da família Moura.
  • A União da Indústria de Cana-de-Açúcar  coordenou suas associadas, entre elas diversas empresas familiares, para doação de 1 milhão de litros de álcool , que será usado na produção de álcool gel e álcool 70 para doação ao SUS em 6 estados.
  • O Grupo Malwee doou mais 5 mil itens de material hospitalar descartável para o Hospital e Maternidade Jaraguá do Sul (SC).
    O Grupo Malwee é uma empresa de moda com sede em Jaraguá do Sul (SC),  liderada pela segunda geração da família Weege.

__________________________________________________________________________________________________________________________

 

3. Redirecionamento da produção para fabricar suprimentos necessários

Máscaras e Jalecos:

  • A Parkdale organizou uma coalizão de nove grandes empresas americanas de vestuário e está reformulando para fazer mais de um milhão de máscaras por semana, enquanto a indústria de roupas tenta aliviar a escassez de equipamentos de proteção para combater o Coronavírus.
    A Parkdale Inc. é uma empresa têxtil de terceira geração que processa 60% do consumo anual de algodão dos Estados Unidos e fornece algodão a clientes em todo o mundo, com sede na Carolina do Norte, Estados Unidos.
  • A Ralph Lauren está iniciando a produção de 250.000 máscaras e 25.000 vestidos de isolamento para profissionais de saúde.
    A Ralph Lauren Corporation é uma empresa americana de moda e marca de estilo de vida que produz roupas, móveis para casa, acessórios e fragrâncias, com sede na cidade de Nova York.

Ventiladores:

  • A Dyson projetou e construiu um ventilador completamente novo em 10 dias. O design pode ser fabricado rapidamente para atender à crescente demanda durante a pandemia. A Dyson fabricará 15.000 ventiladores para iniciar e doará 5.000 deles.
    A Dyson é uma empresa de tecnologia que projeta e fabrica eletrodomésticos, fundada no Reino Unido e sediada em Cingapura.
  • A Ford está redirecionando a fabricação para aumentar a produção de ventiladores simplificados e está fornecendo dezenas de milhares de protetores faciais produzidos pela Ford para hospitais.
    A Ford é uma montadora multinacional de 5ª geração, com sede principal em Michigan, Estados Unidos.

Álcool Gel:

  • A Cachaça 51 transferiu parte de sua linha de produção para a fabricação de desinfetante de álcool etílico para doação a hospitais e instituições de saúde locais no Brasil.
    A Cachaça 51 é uma fabricante de bebidas alcoólicas de segunda geração, de propriedade da família Muller, com sede no Estado de São Paulo, Brasil.
  • A Menarini converteu uma linha de produção em sua fábrica de Florença para fabricar gel desinfetante que será distribuído gratuitamente à agência de proteção civil da Itália.
    A Menarini é uma das maiores empresas farmacêuticas da Itália, de propriedade de Landini Aleotti e seus três filhos.

 

4. Redução do custo dos serviços para clientes

  • A U-Haul ofereceu 30 dias de armazenamento gratuito a todos os estudantes universitários que foram impactados por mudanças de horário em suas universidades devido ao fechamento do campus.
    A U-Haul é uma empresa americana de aluguel de equipamentos móveis e armazenamento de terceira geração, com sede no Arizona.
  • A Ford dará a alguns de seus clientes de crédito um alívio no pagamento e publicará todos os anúncios de venda de carros.
    A Ford é uma montadora multinacional de 5ª geração, com sede principal em Michigan, Estados Unidos.
  • O Grupo Ayala dispensa o aluguel dos shoppings que eles possuem, que não podem operar até meados de abril de 2020.
    O Grupo Ayala, em sua 8ª geração, é o maior e mais antigo conglomerado das Filipinas, com um portfólio de diversos negócios, incluindo varejo, educação, imóveis, bancos, telecomunicações, infraestrutura de água, energia renovável e muito mais.

 

5. Manter os serviços disponíveis, mesmo que os clientes não possam pagar

  • A Comcast, juntamente com outros provedores de transmissão, assinou uma promessa de manter conectada a Internet dos americanos pelos próximos 60 dias, mesmo que as pessoas não possam pagar.
    A Comcast Corporation é um conglomerado americano de telecomunicações de segunda geração, com sede na Pensilvânia.
  • A Sy Siblings, maior incorporadora imobiliária das Filipinas, renunciou ao aluguel de todos os inquilinos em seus Supermalls até meados de abril de 2020, além de alocar milhões para fornecer equipamentos médicos aos trabalhadores médicos.
    O Grupo SM é um conglomerado de terceira geração nas Filipinas com interesses em desenvolvimento e gerenciamento de shopping centers, varejo, incorporação imobiliária, bancos e turismo.
  • O Walmart suspende o aluguel de todos os inquilinos do Walmart para o mês de abril de 2020.
    O Walmart é uma corporação multinacional de varejo de terceira geração que opera uma cadeia de hipermercados, lojas de departamento com desconto e supermercados, com sede em Arkansas, Estados Unidos.

 

6. Fechamento de lojas para impedir a disseminação do vírus

  • A Gap fechou as suas 3.500 lojas por duas semanas, período em que todos os funcionários continuarão sendo pagos.
    A Gap é uma empresa de segunda geração pertencente à família Fisher, com sede na Califórnia, Estados Unidos.
  • A Lego fechou todas as suas lojas fora da China até 12 de abril.
    A Lego é um fabricante global de brinquedos de quarta geração, de propriedade da família Kristiansen, com sede na Dinamarca.
  • A IKEA fechou temporariamente todas as suas lojas em todo o mundo para ajudar a impedir a propagação do Coronavírus.
    A IKEA é a maior marca de móveis do mundo. Esse grupo multinacional de origem sueca e holandês, de 2ª geração, projeta e vende móveis, utensílios de cozinha e acessórios para casa prontos para montar.


7. Continuação do pagamento dos funcionários

  • A Levi Strauss fechou todas as suas lojas e disse em um comunicado: “Todos os funcionários das nossas loja serão pagos pelo horário marcado durante esses fechamentos”.
    A Levi Strauss & Co. é uma empresa de roupas americana de quinta geração, de propriedade da família Haas, conhecida mundialmente por sua marca de jeans Levi’s.
  • John and Denise Coates, irmãos proprietários do Bet365 e do clube de futebol Stoke City, garantem que os funcionários em tempo integral do Stoke City reterão seus salários por cinco meses.
    O Bet365 Group Ltd é uma empresa britânica de apostas online com mais de 45 milhões de clientes em todo o mundo.
  • A Carhartt continuará pagando a seus funcionários, embora as lojas da empresa Carhartt permaneçam fechadas até 4 de abril, estamos compensando nossos associados.
    A Carhartt, Inc., é uma empresa americana de vestuário de quarta geração, conhecida por suas roupas de trabalho, como jaquetas, casacos, macacões, jeans, roupas resistentes ao fogo e roupas de caça, com sede em Michigan.


8. Remuneração e assistência crescente para funcionários e fornecedores

  • O Magazine Luiza,varejista de produtos eletrodomésticos, lançou uma plataforma on-line para microempresas, pequenas empresas e freelancers venderem seus produtos durante a pandemia, lançando em 5 dias o que normalmente levaria 5 meses. O Magazine Luiza está absorvendo o custo de entrega dos produtos do vendedor e reduziu sua taxa abaixo da taxa de mercado durante a crise.
    O Magazine Luiza, uma empresa de varejo de terceira geração, pertence à família Trajano, com sede no Brasil.
  • A Cargill compromete-se a pagar dinheiro extra a agricultores e trabalhadores de matadouros que estão trabalhando duro para atender à crescente demanda dos consumidores devido ao Coronavírus.
    A Cargill, uma empresa familiar de 7ª geração, é o maior conglomerado internacional de alimentos de capital fechado, com sede no estado de Minnesota, Estados Unidos.
  • O Walmart aumentou o valor pago por hora para os funcionários de seu armazém e se comprometeu a dar US $ 550 milhões em bônus em dinheiro para sua equipe horista.
    O Walmart é uma corporação multinacional de varejo de terceira geração que opera uma cadeia de hipermercados, lojas de departamento com desconto e supermercados, com sede em Arkansas, Estados Unidos.

 

Nota: Esses exemplos foram coletados até 31 de março de 2020. Todos os exemplos foram obtidos de fontes públicas.

Courtney Collette, Senior Advisor & Partner and COO, CFEG
Partner and Senior Advisor, Cambridge Advisors to Family Enterprise; COO, Cambridge Institute for Family Enterprise

Courtney Collette is Chief Operating Officer of the Cambridge Institute for Family Enterprise, a research and education institute devoted to multigenerational family enterprises. Since 2011, she has led its education programming, conferences, research studies, and publications. As head of education programming, Ms. Collette designs curricula for seminars, workshops, and online courses for family enterprise audiences worldwide including bespoke private programs for individual families and organizations. She has authored several publications pertaining to the success of family enterprises, including articles, Harvard case studies, and the book, Next Generation Success, a 10-year study of next generation talent development in global family enterprises. Ms. Collette spent a decade as a trusted advisor to business families on the issues of governance, family relationships, succession, and next generation readiness.